sexta-feira

Caio Fernando Abreu...


"As minhas verdades me bastam, mesmo sendo mentiras. "

"...Só não saberás nunca, que nesse exato momento tens a beleza insuportável da coisa inteiramente viva. Como um trapezista, que só repara na ausência da rede após o salto lançado..."

"Tudo aquilo que eu esquecia ou negava, soube vagamente em plena queda, era o que eu mais era."

"Mas para nós, que nos esforçamos tanto e sangramos todo dia sem desistir, envia teu Sol mais luminoso, esse do zero grau de Libra. Sorri, Deus, e abençoa nossa amorosa miséria atarantada."

Um comentário:

Paloma disse...

Oláá, ótimo o blog, pode postar o conto sim, fique a vontade!

Beijoos