quinta-feira

Clarice Lispector - Um sopro de vida




Eu minto tanto que escrevo. Eu minto tanto que vivo.
Eu minto tanto que ando à procura da verdade em mim. Tu serás a minha verdade.
Quero a voraz semente em ti. Se eu conseguir atravessar o denso bosque de enganos.

Um comentário:

isis disse...

Parabéns pelo blog é muito legal amei.